Maringá, 08 de Abril de 2020
OdontoAtual Della Pizza
 
Untitled Document
ADEMAR SCHIAVONE
Memórias de um bom sujeito
 

“O que me assusta não é o grito dos violentos, a atuação dos corruptos, dos homens sem caráter, dos administradores sem ética.  O que me assusta é o silencio dos bons”.  Martim Luther King, pastor americano assassinado pela luta por direitos iguais.

ARREPENDIMENTO
Quando, em 1959, Cuba era dominada pelo ditador de direita Fulgêncio Batista, a ilha encravada no mar do caribe vivia das divisas geradas pelo turismo principalmente, e, pela exportação de charutos. Como em qualquer país, notadamente nos de regime ditatorial, havia uma elite agregada ao tirano que vivia na fartura e, uma classe trabalhadora muito pobre.
Fidel Castro, homem de cultura acentuada já que é médico por profissão, enxergou a oportunidade de liderar a massa ignara e fazer uma revolução.
De formação socialista, montou uma milícia e se aquartelou nas serras – que são pequenas - e acabou por tomar o poder derrubando Batista.
Revelando-se desde o início um sanguinário ditador assumiu o poder e não mais o deixou.
A princípio a elite apoiou Fidel.
Não demorou, contudo, para se arrepender.
E os mais letrados e os que puderam escapar, fugiram para os Estados Unidos. Milhares morreram tentando. Hoje, em Miami, vive mais cubano que em Cuba.
E Cuba é o símbolo do atraso, da retração, da falta de oportunidade.
A elite dirigente ligada ao chefe maior continua mandando. O povo empobreceu rapidamente nesses cinquenta anos.
O carro mais novo existente na ilha é da década de cinquenta.
A elite cubana se arrependeu amargamente. Chora por isso.
A miséria é visível.
A aventura socialista só beneficiou a Fidel, seus parentes e amigos. Até hoje.
Fidel Castro fez escola.  Virou herói para muitos dirigentes esquerdistas sem cultura e sem formação social.
A maioria dos que o seguiram no passado já não existe mais.
Agora é símbolo de resistência e poder para Hugo Chaves, Evo Morales e outros menos ou mais importantes na America do Sul.
Todos deslumbrados pelo poder.
Todos tentando imitar aquele que é o paradigma de ideal para alguns. O algoz sanguinário para  o sofrido povo cubano.

ADVINHÃO...
“Dê poder a um  analfabeto, néscio, deslumbrado e, certamente, você verá que, ele se cercará de bajuladores, de interesseiros, de canalhas que se aproveitarão da sua ignorância para se assenhorear do poder.  Os malandros farão com que ele acredite na sua divindade, na sua sabedoria ao conduzir um povo e o transformarão num joguete que só pensa no deslumbramento provocado pelo poder e se aproveitarão disso em beneficio próprio”.  Gal Olimpio Mourão Filho, comandante do 4º Exercito quando da revolução de 1964,  em entrevista concedida em 1970.  

O REI DAS TROVAS
Antonio Augusto de Assis, jornalista, professor, poeta, escritor, presidente de honra da Academia de Letras de Maringá, um  homem  sensato, tranqüilo, culto e inteligente, continua sendo o escritor mais premiado do Brasil.
A.A. de Assis ganhou mais um concurso nacional. O do Rotary Internacional. O prêmio vai ser entregue aqui mesmo no mês de maio.
Ninguém, mas ninguém mesmo divulga culturalmente Maringá mais que ele.
O Assis é um orgulho para todos nós.
Onde participa ganha.
E o mais importante:  continua sendo humilde, sóbrio, leal e sincero com os amigos.
Assis  é membro honorário de varias academias de letras no Brasil inteiro.
Na UBT – União Brasileira de Trovadores – é respeitado como o mais brilhante dos trovadores brasileiros.
Assis é um orgulho para Maringá e para todos os que têm o privilegio de privar da sua amizade e companheirismo.
Parabéns grande guru. 
Cada vez tenho mais admiração e respeito por você!

A SENHA O MATOU
Um médico estava de caso com sua enfermeira.
Ela engravidou.
O jeito foi assumir a paternidade.
- Bem: você vai morar na Itália.  Já comprei um apartamento em Roma, a passagem e,  você fica lá até nascer a criança. Não vai faltar nada prá você ou para ela.  Quando acontecer o nascimento você avisa.  Só tem uma coisa:  ninguém pode saber de nada. De nada mesmo.
-  Como vou avisá-lo se ninguém pode saber de nada?
- Fácil: você passa um telegrama só com uma palavra: spaguetti.  Eu saberei que nasceu.
Num dia a  mulher do médico, no café da manhã, diz:
- Querido: chegou um telegrama para você.  Mas é engraçado. Não entendi nada.
O médico tem um ataque cardíaco fulminante.
Removido para o hospital, vem a falecer.
Ninguém entende nada.
Perguntada, sua mulher explica: 
- Ele recebeu este telegrama. Tem palavras que não entendo: spaguetti, spaguetti, spaguetti, spaguetti. Dois com ovos. Dois sem. Leu o telegrama e teve a síncope.

SO PAGAMOS A CONTA
Os escândalos no meio político são de assustar.  Ainda mais quando tomamos conhecimento muito depois.  O senado federal é um escândalo. A câmara dos deputados um pouco maior.  As assembléias estaduais idem.  As câmaras municipais ibidem.
Nós só pagamos a conta.
Cada senador tem 53 assessores pagos, regiamente, com dinheiro publico.
Cada deputado federal recebe quinze mil por mês como verba indenizatória para gastar à vontade sem prestar contas a ninguém.
Nós só pagamos a conta.
Cada deputado estadual, no Paraná, tem uma verba de representação de vinte e sete mil por mês, para gastar à vontade. Isso mesmo: vinte e sete mil.
Nós só pagamos a conta. 
A câmara municipal de Maringá tem um quadro de CCs de assustar qualquer um.
Nós só pagamos a conta.
E ainda continuamos votando neles mesmos. Nos de sempre.
Somos imbecis pagando a conta sem chiar.
Somos os bons que silenciam diante de tudo.
E os maus tomam assento nos lugares que podiam ser ocupados por gente séria e decente.
Que não disputa a cadeira que jamais fica vazia.

NETINHO O MELHOR
Como gosto muito de política, assisto sempre aos programas dos partidos na TV. Os deste ano, como nos anteriores, um horror.
Não pelo conteúdo, mas pela simpatia irradiante do negão, o do PCdoB da última quinta-feira foi o melhor que vi.  Netinho foi sensacional.  Simpático, sorridente, alegre, fez um programa para jovens com muita sabedoria. O programa valeu por ele.  A mensagem do partidão é como as outras: só engano.

PROGRAMA ELEITOREIRO MESMO
O programa habitacional anunciado nesta semana pelo presidente Lula é mais uma fase da batalha eleitoral visando 2010.  Um programa pouco crível, que não tem prazo para ser concluído.  É mais uma fanfarronice oficial para viabilizar Dilma Russef como presidente. Lula está jogando tudo o quem pode  para continuar pontuando na preferência popular.

E O PARANA...
A pesquisa divulgada pelo Datafolha sobre as intenções de voto para governador nas eleições de 2010 não foi nada diferente do que sabíamos. O PSBD tem dois nomes maiores que os demais partidos.  Beto Richa e Álvaro Dias saem na frente.  Só um dos dois será candidato.  Ou nenhum dependendo do acordo político envolvendo outra barra pesada, o senador Osmar Dias.
Osmar jê se declarou candidato.  Álvaro diz que não disputa contra o irmão.
A batalha começa a se definir hoje quando os eleitores de Londrina escolhem seu prefeito.  Se vencer Barbosa Neto cresce o cacife de Osmar.  Se ganhar Luiz Carlos Haouli aumenta a vantagem de Beto e de Álvaro.
No meio deles procurando assegurar a vaga para o senado, está o nosso Ricardo Barros, coordenador da campanha de Barbosa Neto. Está jogando tudo nessa parada.

 
  
Os artigos, conceitos e opiniões pessoais são de inteira responsabilidade do autor.
14.02.2016
Memórias de um bom sujeito
10.02.2016
Memórias de um bom sujeito
31.01.2016
Memórias de um bom sujeito
24.01.2016
Memórias de um bom sujeito
07.12.2015
Memórias de um bom sujeito
29.11.2015
Memórias de um bom sujeito
23.11.2015
Memórias de um bom sujeito
15.11.2015
Memórias de um bom sujeito
08.11.2015
Memórias de um bom sujeito
01.11.2015
Memórias de um bom sujeito
26.10.2015
Memórias de um bom sujeito
17.10.2015
Memórias de um bom sujeito
12.10.2015
Memórias de um bom sujeito
05.10.2015
Memórias de um bom sujeito
28.09.2015
Memórias de um bom sujeito
21.09.2015
Memórias de um bom sujeito
13.09.2015
Memórias de um bom sujeito
08.09.2015
Memórias de um bom sujeito
23.08.2015
Memórias de um bom sujeito
31.05.2015
Memórias de um bom sujeito
24.05.2015
Memórias de um sujeito
10.05.2015
Memórias de um bom sujeito
03.05.2015
Memórias de um bom sujeito
18.04.2015
Memórias de um bom sujeito
12.04.2015
Memórias de um bom sujeito
30.03.2015
Memórias de um bom sujeito
30.03.2015
Memórias de um bom sujeito
22.03.2015
Memórias de um bom sujeito
15.03.2015
Memórias de um bom sujeito
08.03.2015
Memórias de um bom sujeito
01.03.2015
Memórias de um bom sujeito
12.01.2015
Memórias de um bom sujeito
03.01.2015
Memórias de um bom sujeito
21.12.2014
Memórias de um bom sujeito
14.12.2014
Memórias de um bom sujeito
07.12.2014
Memórias de um bom sujeito
30.11.2014
Memórias de um bom sujeito
23.11.2014
Memórias de um bom sujeito
16.11.2014
Memórias de um bom sujeito
09.11.2014
Memórias de um bom sujeito
02.11.2014
Memórias de um bom sujeito
19.10.2014
Memórias de um bom sujeito
14.10.2014
Memórias de um bom sujeito
05.10.2014
Memórias de um bom sujeito
29.09.2014
Memórias de um bom sujeito
14.09.2014
Memórias de um bom sujeito
07.09.2014
Memórias de um bom sujeito
31.08.2014
Memórias de um bom sujeito
26.08.2014
Memórias de um bom sujeito
17.08.2014
Memórias de um bom sujeito
11.08.2014
Memórias de um bom sujeito
03.08.2014
Memórias de um bom sujeito
20.07.2014
Memórias de um bom sujeito
12.07.2014
Memórias de um bom sujeito
06.07.2014
Memórias de um bom sujeito
30.06.2014
Memórias de um bom sujeito
22.06.2014
Memórias de um bom sujeito
17.06.2014
Memórias de um bom sujeito
10.06.2014
Memórias de um bom sujeito
01.06.2014
Memórias de um bom sujeito
25.05.2014
Memórias de um bom sujeito
14.05.2014
Memórias de um bom sujeito
04.05.2014
Memórias de um bom sujeito
27.04.2014
Memórias de um bom sujeito
20.04.2014
Memórias de um bom sujeito
13.04.2014
Memórias de um bom sujeito
06.04.2014
Memórias de um bom sujeito
30.03.2014
Memórias de um bom sujeito
25.03.2014
Memórias de um bom sujeito
20.03.2014
Memórias de um bom sujeito
17.02.2013
Memórias de um bom sujeito
30.12.2012
Memórias de um bom sujeito
18.11.2012
Memórias de um bom sujeito
11.11.2012
Memórias de um bom sujeito
06.11.2012
Memórias de um bom sujeito
28.10.2012
Memórias de um bom sujeito
23.10.2012
Memórias de um bom sujeito
14.10.2012
Memórias de um bom sujeito
30.09.2012
Memórias de um bom sujeito
25.09.2012
Memórias de um bom sujeito
16.09.2012
Memórias de um bom sujeito
09.09.2012
Memórias de um bom sujeito
02.09.2012
Memórias de um bom sujeito
26.08.2012
Memórias de um bom sujeito
19.08.2012
Memórias de um bom sujeito
12.08.2012
Memórias de um bom sujeito
06.08.2012
Memórias de um sujeito
29.07.2012
Memórias de um bom sujeito
22.07.2012
Memórias de um bom sujeito
15.07.2012
Memórias de um bom sujeito
08.07.2012
Memórias de um bom sujeito
01.07.2012
Memórias de um bom sujeito
24.06.2012
Memórias de um bom sujeito
17.06.2012
Memórias de um bom sujeito
03.06.2012
Memórias de um bom sujeito
26.05.2012
Memórias de um bom sujeito
29.04.2012
Memórias de um bom sujeito
22.04.2012
Memórias de um bom sujeito
24.03.2012
Memórias de um bom sujeito
18.03.2012
Memórias de um bom sujeito
13.03.2012
Memórias de um bom sujeito
04.03.2012
Memórias de um bom sujeito
25.12.2011
Memórias de um bom sujeito
14.12.2011
Memórias de um bom sujeito
13.11.2011
Memórias de um bom sujeito
05.11.2011
Memórias de um bom sujeito
01.11.2011
Memórias de um sujeito
18.10.2011
Memórias de um bom sujeito
11.10.2011
Memórias de um bom sujeito
25.09.2011
Memórias de um bom sujeito
03.09.2011
Memórias de um bom sujeito
20.08.2011
Memórias de um bom sujeito
06.08.2011
Memórias de um bom sujeito
01.08.2011
Memórias de um bom sujeito
24.07.2011
Memórias de um bom sujeito
16.07.2011
Memórias de um bom sujeito
12.07.2011
Memórias de um bom sujeito
02.07.2011
Memórias de um bom sujeito
19.06.2011
Memórias de um bom sujeito
12.06.2011
Memórias de um bom sujeito
04.06.2011
Memórias de um bom sujeito
28.05.2011
Memórias de um bom sujeito
03.04.2011
Memórias de um bom sujeito
27.03.2011
Memórias de um bom sujeito
20.03.2011
Memórias de um bom sujeito
13.03.2011
Memórias de um bom sujeito
06.03.2011
Memórias de um bom sujeito
20.02.2011
Memórias de um bom sujeito
13.02.2011
Memórias de um bom sujeito
06.02.2011
Memórias de um bom sujeito
04.01.2011
Memórias de um bom sujeito
12.12.2010
Memórias de um bom sujeito
05.12.2010
Memórias de um bom sujeito
28.11.2010
Memórias de um bom sujeito
21.11.2010
Memórias de um bom sujeito
14.11.2010
Memórias de um bom sujeito
07.11.2010
Memórias de um bom sujeito
31.10.2010
Memórias de um bom sujeito
24.10.2010
Memórias de um bom sujeito
17.10.2010
Memórias de um bom sujeito
10.10.2010
Memórias de um bom sujeito
03.10.2010
Memórias de um bom sujeito
19.09.2010
Memórias de um bom sujeito
12.09.2010
Memórias de um bom sujeito
29.08.2010
Memórias de um bom sujeito
15.08.2010
Memórias de um bom sujeito
08.08.2010
Memórias de um bom sujeito
25.07.2010
Memórias de um bom sujeito
18.07.2010
Memórias de um bom sujeito
11.07.2010
Memórias de um bom sujeito
04.07.2010
Memórias de um bom sujeito
27.06.2010
Memórias de um bom sujeito
20.06.2010
Memórias de um bom sujeito
13.06.2010
Memórias de um bom sujeito
06.06.2010
Memórias de um bom sujeito
30.05.2010
Memórias de um bom sujeito
23.05.2010
Memórias de um bom sujeito
16.05.2010
Memórias de um bom sujeito
09.05.2010
Memórias de um bom sujeito
25.04.2010
Memórias de um bom sujeito
18.04.2010
Memórias de um bom sujeito
11.04.2010
Memórias de um bom sujeito
04.04.2010
Memórias de um bom sujeito
28.03.2010
Memórias de um bom sujeito
21.03.2010
Memórias de um bom sujeito
14.03.2010
Memórias de um bom sujeito
07.03.2010
Memórias de um bom sujeito
27.02.2010
Memórias de um bom sujeito
21.02.2010
Memórias de um bom sujeito
16.02.2010
Memórias de um bom sujeito
14.02.2010
Memórias de um bom sujeito
20.12.2009
Memórias de um bom sujeito
13.12.2009
Memórias de um bom sujeito
06.12.2009
Memórias de um bom sujeito
29.11.2009
Memórias de um bom sujeito
22.11.2009
Memórias de um bom sujeito
15.11.2009
Memórias de um bom sujeito
08.11.2009
Memórias de um bom sujeito
18.10.2009
Memórias de um bom sujeito
11.10.2009
Memórias de um bom sujeito
04.10.2009
Memórias de um bom sujeito
06.09.2009
Memórias de um bom sujeito
30.08.2009
Memórias de um bom sujeito
23.08.2009
Memórias de um bom sujeito
15.08.2009
Memórias de um bom sujeito
09.08.2009
Memórias de um bom sujeito
02.08.2009
Memórias de um bom sujeito
26.07.2009
Memórias de um bom sujeito
12.07.2009
Memórias de um bom sujeito
05.07.2009
Memórias de um bom sujeito
28.06.2009
Memórias de um bom sujeito
21.06.2009
Memórias de um bom sujeito
07.06.2009
Memórias de um bom sujeito
31.05.2009
Memórias de um bom sujeito
17.05.2009
Memórias de um bom sujeito
10.05.2009
Memórias de um bom sujeito
03.05.2009
Memórias de um bom sujeito
26.04.2009
Memórias de um bom sujeito
19.04.2009
Memórias de um bom sujeito
12.04.2009
Memórias de um bom sujeito
05.04.2009
Memórias de um bom sujeito
22.03.2009
Memórias de um bom sujeito
08.03.2009
Memórias de um bom sujeito
01.03.2009
Memórias de um bom sujeito
22.02.2009
Memórias de um bom sujeito
15.02.2009
Memórias de um bom sujeito
28.12.2008
Memórias de um bom sujeito
25.12.2008
Memórias de um bom sujeito
21.12.2008
Memórias de um bom sujeito
07.12.2008
Memórias de um bom sujeito
30.11.2008
Memórias de um bom sujeito
23.11.2008
Memórias de um bom sujeito


Rebote - Cláudio Viola
Rebote - Cláudio Viola
PADRE EDUARDO BELOTTI
Momento de Espiritualidade
WALTER POPPI
Trimestralidade. Não é somente isso
WALDEMAR ALLEGRETTI
Já passou da hora
COLUNISMO SOCIAL
Eventos e Personalidades
DOM ANUAR BATTISTI
Arquidiocese de Maringá
EM DEFESA DO CONSUMIDOR
Confira seus direitos
TIAGO VALENCIANO
Política e Sociedade
OSWALDO FREIRE
Capital Federal
FRANCISCO JOSÉ DE SOUZA
A Lógica do Espiritismo
TATTÁ CABRAL
Ensaio
HENRI JEAN VIANA
Francês Press
ROSE LEONEL
Notícia e Cia.
ORLANDO GONZALEZ
Dois Toques
CARMEM RIBEIRO
Colunista Social
JUAREZ FIRMINO
Balanço Geral
ADEMAR SCHIAVONE
Memórias de um bom sujeito
VERDELÍRIO BARBOSA
Fatos Políticos
Clicompre
Aroma Ingá
Agropecuária Hélio
Rima Seguros
MaringáMais
Click do Gato