Maringá, 15 de Agosto de 2018
GLOBAL BENEFÍCIOS Black Bull Steak House
 
Untitled Document
04.01.2018
Eleições e Copa do Mundo devem afetar votações no Congresso
As articulações para as eleições e a Copa do Mundo na Rússia devem afetar este ano o andamento das votações no Congresso Nacional, principalmente das propostas consideradas mais polêmicas que, para não atrapalhar o resultado das urnas, devem ser deixadas de lado.

Até agora, além de provocar uma reestruturação de quase todos os partidos políticos, o pleito de outubro tem motivado mudanças em várias bancadas e aproximado parlamentares que buscam reeleição de suas bases eleitorais.

Considerada fundamental pelo governo para o equilíbrio das contas públicas, na retomada dos trabalhos legislativos, a reforma da Previdência deve dominar a pauta primeiramente na Câmara e, se aprovada lá, no Senado.

De acordo com o cronograma estabelecido pelo presidente da Câmara, deputado Rodrigo Maia, o início dos debates sobre a proposta de emenda à Constituição (PEC) - que altera as regras de acesso à aposentadoria - está previsto para 5 de fevereiro e a votação foi marcada para começar na semana seguinte ao feriado de carnaval, que este ano terminará no dia 13 de fevereiro, terça-feira.

Aprovada em maio de 2017 pela Comissão Especial, a PEC 287/2016 ainda enfrenta muita resistência para ser analisada em plenário, onde precisa ser aprovada com o apoio mínimo de 308 dos 513 deputados. Desde o início de sua tramitação, o texto é contestado por diferentes grupos, como agentes penitenciários, trabalhadores rurais e servidores públicos que se posicionaram de forma contrária à PEC.

Outro assunto que deve agitar 2018 na Câmara tem a ver com a decisão do ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal, que determinou a perda do mandato do deputado Paulo Maluf.

Até o fechamento desta reportagem, o presidente da Câmara ainda não tinha apresentado recurso ao STF contra a decisão. Caso esse recurso seja apresentado e acatado pelo Supremo, os deputados terão que decidir em votação aberta no plenário da Câmara o futuro de Maluf.

O ex-prefeito de São Paulo foi condenado em maio pelo STF por lavagem de dinheiro, após ser acusado de usar contas no exterior para lavar valores desviados da prefeitura de São Paulo entre 1993 e 1996. O deputado se entregou à Polícia Federal no dia seguinte à decisão e foi transferido para o Complexo Penitenciário da Papuda, em Brasília, na última sexta-feira.

Ainda em fevereiro, a Câmara pode começar a votação da medida provisória que altera alguns pontos da reforma trabalhista, aprovada no ano passado pelos parlamentares.Outras MPs estão na fila para análise, como a que trata do saque do PIS/Pasep (Programa de Integração Social/Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público) por idosos, além da medida que estabelece os termos da renegociação das dívidas de estados e municípios com a União.

Reforma tributária
Outra reforma que tem sido defendida pela equipe econômica do governo é a da simplificação tributária. A proposta - que prevê a extinção e substituição de alguns impostos, a adoção da cobrança eletrônica de tributos e outras alterações no regime de tributação do país - ainda está sendo discutida em comissão da Câmara e pode avançar neste semestre.

Fim dos supersalários
Também pode ser discutida no primeiro semestre a proposta que prevê limitação dos salários de agentes públicos, aposentados e pensionistas. O projeto de lei que estabelece um teto remuneratório aguarda parecer do relator na comissão especial antes de ser analisado pelo plenário.

Autonomia da Polícia Federal
Na Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ), os deputados podem retomar a análise da PEC 412/09 que trata da autonomia da Polícia Federal (PF). A proposta permite a edição de lei complementar com normas que garantam a autonomia funcional e administrativa da PF, nos moldes do Ministério Público. A partir dessa possibilidade, a instituição ganharia independência para elaborar sua proposta orçamentária.

Ano passado, a discussão em torno da PEC foi acalorada e agora deve movimentar a comissão no primeiro semestre deste ano. Por se tratar de uma mudança constitucional, o parecer aprovado pela CCJ ainda deverá ser analisado por uma comissão especial que deverá emitir outro parecer sobre o teor da matéria. Só então a PEC poderá seguir para apreciação do plenário da Câmara.

Foro privilegiado
Outra PEC polêmica que deve ser destaque na pauta da Câmara é a que determina o fim do foro privilegiado para autoridades públicas. A proposta já foi aprovada pelos senadores e pela CCJ da Câmara, mas para avançar, ainda precisa ser analisada por uma comissão especial, já criada pela presidência da Câmara. O colegiado aguarda a indicação de membros, presidente e relator. Encerrada esta etapa, a PEC poderá seguir para plenário.

Saúde
Depois de várias reuniões marcadas pelo embate entre a bancada religiosa e deputadas feministas, a comissão especial que analisa a PEC que considera a vida inviolável desde a concepção deve tentar concluir a votação da matéria. A essência desta PEC é a consensual ampliação da licença maternidade para mães de bebês prematuros, mas um artigo incluído com o objetivo de reforçar a criminalização do aborto impede o avanço da proposta.

O projeto que pretende mudar a legislação que trata dos planos de saúde também deve voltar à pauta na terceira semana de fevereiro. O relator Rogério Marinho (PSDB-RN) apresentou um novo relatório no fim do ano passado depois da polêmica em torno da proposta de parcelamento do reajuste das mensalidades dos planos para idosos.

Senado
Com as principais matérias de 2018 dependendo de votação na Câmara, o Senado deve ficar em compasso de espera. A votação de matérias polêmicas que não tiveram acordo para serem concluídas em 2017 - como a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que prevê a redução da maioridade penal de 18 para 16 anos, que está na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Casa - e a do projeto que legaliza a união civil homoafetiva (PLS 612/11), que começou a ser debatida no plenário, mas não foi concluída, por resistência da bancada evangélica, deve ser deixada de lado em 2018.

AG Brasil
 
14.08.2018
Ações em prol do meio ambiente têm bons resultados
14.08.2018
Vagas em creches não atendem demanda
13.08.2018
Aretha Franklin gravemente doente
13.08.2018
Transporte Coletivo - CPI é vitrine eleitoral
13.08.2018
Antes de compartilhar
13.08.2018
Corinthians perde e complica o Santos
13.08.2018
Estimativa para inflação sobe para 4,15%
13.08.2018
Trio executa homem com doze facadas
13.08.2018
Contorno Sul deve receber melhorias em setembro
10.08.2018
Palmeiras vence Cerro Porteño
10.08.2018
Elevador da catedral de Maringá fica pronto este mês
10.08.2018
Bota Fora nos bairros
10.08.2018
321 mortes confirmadas por terremoto na Indonésia
10.08.2018
PM prende casal de traficantes
09.08.2018
Cruzeiro vence Fla no Maracanã
09.08.2018
Corinthians perde no Chile
09.08.2018
STF aprova reajuste de salário de ministros em 16%
09.08.2018
Prefeitura quer transferir antenas irregulares
09.08.2018
TJ veta solicitação da Prefeitura em processo contra Sanepar
09.08.2018
Jovem motociclista morre atropelado
08.08.2018
Estudo reelege Maringá a melhor cidade brasileira
08.08.2018
Começa a liberação de saques do PIS/Pasep
08.08.2018
Motociclista morre em colisão no Contorno Norte
07.08.2018
Pink passa mal em turnê na Austrália
07.08.2018
Transferências movimentam quase R$ 1 bi
07.08.2018
Procon inicia fiscalização do Dia dos Pais
07.08.2018
Liminar autoriza supermercado abrir aos domingos e feriados
07.08.2018
Sanções dos EUA contra o Irã passam a valer
07.08.2018
Atropelador é agredido e amarrado por populares
06.08.2018
Felipão fala em final de Libertadores
06.08.2018
Amusep promove encontro
06.08.2018
São Paulo vence e lidera
06.08.2018
Cultura Unijore: Pelas calçadas...
06.08.2018
Vacinação contra sarampo e pólio começa nesta segunda
06.08.2018
Partidos lançam 13 candidatos à Presidência
06.08.2018
Vereador morre em colisão na BR-376
04.08.2018
Defesa Civil registra diversos atendimentos em dia de chuva
04.08.2018
Podemos lança Álvaro Dias como candidato
04.08.2018
Homem esfaqueia mulher no rosto
03.08.2018
São Paulo perde para Cólon
03.08.2018
Prefeitura suspende licitação na área de TI
03.08.2018
Jovem é executado a tiros no Tarumã
03.08.2018
Audiências para discutir descriminalização do aborto
03.08.2018
Bota Fora nos bairros
03.08.2018
Devolução de dinheiro gera desconforto entre vereadores e Prefeitura
02.08.2018
Corinthians vence a Chape
02.08.2018
Começa a 21ª Expoflor
02.08.2018
Menos da metade dos ambulantes solicitam licença
02.08.2018
Saúde confirma mais dois óbitos por gripe
02.08.2018
BC mantém juros básicos em 6,5% ao ano
02.08.2018
Ex-secretário é condenado por corrupção
01.08.2018
Romero é a aposta contra Chape
01.08.2018
Abertas inscrições para o desfile de sete de setembro
01.08.2018
Mais de 90% dos deputados tentarão a reeleição
01.08.2018
Motorista morre em colisão de caminhões
01.08.2018
4º BPM divulga indicadores criminais do 2º trimestre
31.07.2018
Silvio Santos proíbe atriz de participar do Faustão
31.07.2018
STF discute reajuste de salário de ministros
31.07.2018
Igreja Católica convoca para a "Vigília pela Vida"
31.07.2018
Projeto busca penas alternativas
31.07.2018
Correios do Paraná anunciam greve
30.07.2018
Júri condena Sandra Becker
30.07.2018
Corinthians goleia o Vasco
30.07.2018
Guarda Municipal vai receber 50 pistolas
30.07.2018
Construção do Hospital da Criança vai parar no Ministério Público
30.07.2018
Mercado financeiro espera por manutenção da Selic
30.07.2018
Food trucks de Maringá precisam ser regularizados
27.07.2018
Começa a instalação de empresas no Parque Industrial
27.07.2018
Aumenta o número de mortes por gripe em Maringá
27.07.2018
Grêmio vence o São Paulo
27.07.2018
Eclipse total da Lua ocorre hoje
27.07.2018
Dupla executa jovem com 20 tiros
27.07.2018
Maringá já registou mais de 155 mil multas de trânsito em 2018
26.07.2018
PC apresenta envolvido na morte de farmacêutico
26.07.2018
Palmeiras demite Roger Machado
26.07.2018
Corinthians bate o Cruzeiro
26.07.2018
Secretaria de Saúde reforça ações contra o suicídio
25.07.2018
Brasileiro vence o Oscar dos quadrinhos
25.07.2018
Obra na Avenida Alexandre Rasgulaeff
25.07.2018
Governo vai cortar R$ 5 bi em benefícios irregulares do INSS
25.07.2018
Quadrilha assalta transportadora na Colombo
25.07.2018
AMUSEP e RCD promovem Fórum de Cidades Digitais
24.07.2018
Saúde atende mais de 223 mil usuários por mês
24.07.2018
Prazo final para inscrição no Fies
24.07.2018
Maringá perde 515 postos de trabalho em junho
24.07.2018
Vestibular de inverno da UEM registra 13,6% de desistência
24.07.2018
Maringá é a segunda em número de ataques a instituições financeiras
24.07.2018
Jovem tomba morto com dois tiros nos olhos
22.07.2018
Flamengo segue líder
22.07.2018
Vestibular da UEM movimenta a economia de Maringá
22.07.2018
Veículos do transporte escolar serão vistoriados
22.07.2018
Ação orienta e notifica 60 vendedores irregulares em Maringá
22.07.2018
Eleições presidenciais já têm quatro candidatos
22.07.2018
Criminoso é baleado em tentativa de assalto
Nipo Brasileiro Contabilidade
Asia Sushi Beer
SINCONFEMAR
Della Pizza
B1
Centro Comercial Tiradentes
Paraná Banco
MAPA - Venda de Ônibus
Oliver Media
Garage Motors
OdontoAtual