Maringá, 17 de Outubro de 2018
GLOBAL BENEFÍCIOS Black Bull Steak House
 
Untitled Document
19.06.2018
Os momentos mais vergonha alheia dos repórteres

Para levar a notícia até o público, a figura do repórter, muitas vezes, precisa passar por diversas situações. No entanto, nem sempre elas são das melhores, ainda mais em programas que são transmitidos ao vivo.

Em muitos casos a vergonha é inevitável e o repórter precisa dar um jeito de contornar a situação, mas nem sempre funciona e o fato constrangedor fica marcado. Pensando nisso, o iG Gente separou alguns momentos para lá de vergonhosos protagonizados por repórteres durante transmissão ao vivo; confira.

Recentemente a repórter Michelle Loreto, da Rede Globo , passou por uma situação para lá de chata com um pedestre durante uma transmissão ao vivo em São Paulo.

Enquanto falava sobre a menor procura por hotéis na cidade, por conta da Greve dos Caminhoneiros, a jornalista foi surpreendida por um homem, que passou em frente à câmera com a mão levantada e o dedo do meio a mostra. Logo, ela não se conteve e repreendeu a atitude: “Que feio, moço!”.

No final de abril, enquanto informava para o "SP1" as notícias sobre a pintura da fachada do Convento de São Francisco, tombado pelo Condephaat (Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico, Arqueológico, Artístico e Turístico), Jean Raupp, também da Globo, levou um grande susto.

Durante a passagem, transmitida diretamente do centro de São Paulo, o jornalista passou por apuros ao ouvir barulho de tiros próximo ao local que estava, que fez com que ele corresse do local junto com a equipe da emissora, assim, assustando também os telespectadores.

No começo de 2016 o jornalista Maycon Mendes cometeu uma gafe em tanto. Enquanto se despedia da transmissão ao vivo, comandada por José Luiz Datena na Band, o “Brasil Urgente”, o repórter errou feio e chamou o programa de “Balanço Geral”, atração da Record.

O equívoco não passou despercebido do apresentador, que fez questão de dar uma bronca: "Maycon, primeiro eu quero dizer que nós não estamos no \'Balanço Geral\'. Aqui é \'Brasil Urgente\'", disse Datena e logo o repórter pediu desculpas ao jornalista e ao telespectador.

A situação para lá de constrangedora, que aconteceu em 2014 na Globonews, entre a apresentadora Carla Lopes e a repórter Fernanda Galvão chegou a virar meme na internet.

Carla questionou Fernanda sobre a agenda dos candidatos à presidência da República, mas ouviu apenas o que Marina Silva havia realizado naquele dia. Assim que perguntou sobre os demais candidatos, ouviu da repórter a frase que viralizou na web naquela época: "Você não me avisou, amor!".

Surpresa com a frase de Fernanda, a apresentadora encerrou o link ao vivo demonstrando desconforto e afirmando que houve um problema.

Veruska Donato, repórter da Globo, conquistou a internet com a sua cobertura atrapalhada nos bastidores da primeira noite de desfiles das escolas de samba de São Paulo, no Carnaval de 2016.

Antes do desfile começar, Fernando Rocha, apresentador do "Bem Estar", estava na concentração ao lado de  Juliana Valcézia , na época bailarina do Faustão, foi entrevistado por Veruska, que deu as costas para a dançarina, que desfilou ao lado do apresentador no Sambódromo do Anhembi minutos depois.

A gafe foi corrigida por Chico Pinheiro, que alertou a repórter sobre a presença de Juliana ao lado de Rocha, mas Donato fez questão de afirmar que não conhecia todo mundo.

Quem disse que jornalista não erra no português está muito enganado. Em 2015, Ana Paula Campos cometeu uma gafe durante link para o telejornal "Bom dia São Paulo" e o erro não passou despercebido pelos telespectadores.

A repórter entrou ao vivo de São Bernardo do Campo para entrevistar pacientes que formavam filas desde a madrugada para realizarem exames na UBS (Unidade Básica de Saúde) de Ferrazópolis. No entanto, ao abordar um senhor que estava na fila pela terceira vez, a repórter deslizou no português ao dizer: "O posto não tinha nem abrido ainda, né?".

O repórter esportivo da Rede Globo, Tino Marcos também escorregou, mas não no português como Ana Paula Campos, e sim de um caminho.

Enquanto cobria a seleção brasileira durante a Copa do Mundo de 2006, na Alemanha, o jornalista decidiu subir em um caminhão e se juntar a alguns torcedores, que também estavam no automóvel acompanhando um treino, mas ele acabou desequilibrando e caindo.

Para piorar ainda mais a situação, que já era para lá de constrangedora, o repórter tentou se apoiar em um garotinho, mas os dois caíram juntos em cima de outras pessoas. Uma verdadeira trapalhada!

Como correspondente da Globonews nos Estados Unidos, Carolina Cimenti passou uma vergonha em tanto.

Em um link ao vivo para o “Jornal da GloboNews”, durante o segundo debate presidencial nos Estados Unidos em 2016, a emissora mostrava alguns trechos do momento em que Donald Trump falava, quando a câmera voltou para repórter, mas distraída não percebeu que estava no ar e falou um palavrão: “Put* que pariu”.

Para tentar contornar a situação, a apresentadora da atração justificou: “Acho que a Carol está sem o nosso retorno de áudio”. Que micão, né?!

Em link ao vivo, diretamente de Belo Horizonte (MG), para o “Jornal Hoje” em 2013, Liliana Junger ficou totalmente sem graça ao se perder com suas anotações e errar na passagem do texto.

Ao tentar informar sobre contratos suspeitos firmados com ONGS em Belo Horizonte, a profissional demonstrou nervosismo e “travou” durante a fala, foram cerca de 10 segundo em silêncio, ela até tentou procurar por anotações no caderno que estava em sua mão, mas sem sucesso.

Vendo a situação, Evaristo Costa, que estava no estúdio da emissora, tentou tranquilizar a repórter: "Ô Liliana, daqui a pouco a gente volta a se falar, quando você tiver todas as informações apuradas aí escritas, tá bom?". Depois da fala de Evaristo ela deve ter ficado muito aliviada, né?!

Pouco antes do jogo entre Liverpool e Tottenham no Anfield, na Inglaterra, no começo de 2017, a repórter Natalie Gedra, correspondente da ESPN na Europa, que estava fazendo uma cobertura do treino, levou uma bolada.

O mais engraçado é que no momento do ocorrido a jornalista afirmava que as equipes eram agressivas, e então foi “respondida” com uma bola perdida em sua cabeça. Sem graça, Natalie tentou amezinar a situação, reagiu com bom humor e justificou "Opa... acontece, gente. Estamos ao vivo para tentar escapar desse tipo de situação”.

E realmente a corresponde tem razão. Afinal, ao vivo tudo pode acontecer, e nem sempre os repórteres conseguem evitar o constrangimento, mas quando isso acontece eles sempre tentam dar um jeitinho para disfarçar, embora nem todos funcionem perfeitamente.


Foto - Reprodução

 
16.10.2018
Brasil e da Argentina jogam hoje
16.10.2018
Prefeitura inicia construção de 49 casas em Iguatemi
16.10.2018
Horário de verão começa dia 4 de novembro
16.10.2018
Milhares ficam sem energia após temporal em Maringá
16.10.2018
Mais de 75% dos partos da rede pública são cesáreas
16.10.2018
Homem morre em colisão no Contorno Norte
15.10.2018
Semop segue com obras na Avenida Carlos Borges
15.10.2018
Palmeiras líder de novo
15.10.2018
Bolsonaro usa redes sociais para desmentir Haddad
15.10.2018
Rotam prende traficante com 116 quilos de drogas
15.10.2018
Maringá é destaque em Logística Reversa no Paraná
11.10.2018
PT muda de cor para enganar o eleitor
11.10.2018
Bolsonaro lidera no segundo turno com 54%
11.10.2018
Homem que morreu em motel foi vítima de causas naturais
11.10.2018
Cruzeiro vence a primeira da final
11.10.2018
Ulisses Maia volta atrás e suspende projeto de novo imposto
11.10.2018
Movimento na região de Maringá deve aumentar 20% no feriadão
10.10.2018
Começa a disputa pela Copa do Brasil
10.10.2018
Cidade de Sarandi comemora 37 anos
10.10.2018
Câmara aprova projeto de segurança e fiscalização de combustíveis
10.10.2018
Maia assina projeto para implantar o “botão do pânico”
10.10.2018
“Gatorade” de cocaína é usado para matar presos
10.10.2018
Prefeitura faz projeto para cobrar novo tributo
09.10.2018
Partidos devem anunciar apoio no segundo turno
09.10.2018
Calçadas irregulares rendem quase 2 mil notificações
09.10.2018
Maringá elege oito deputados e aumenta representatividade
09.10.2018
Universidade inaugura sistema de monitoramento
09.10.2018
MP denuncia homem por feminicídio
08.10.2018
Vídeos com problemas nas urnas eletrônicas viralizam
08.10.2018
Haddad está em Curitiba pedindo conselho na prisão
08.10.2018
Briga termina em assassinato no Ebenezer
07.10.2018
Ratinho Júnior é eleito governador do Paraná
07.10.2018
A noite da vergona do UFC
07.10.2018
Bolsonaro e Haddad disputam o segundo turno
06.10.2018
“Operações Eleitorais” unem órgãos de segurança de Maringá
07.10.2018
Prefeitura abre licitação para agência de publicidade
07.10.2018
Mais de 147 milhões de eleitores devem ir às urnas neste domingo
06.10.2018
Plano de mobilidade urbana será elaborado em 2019
06.10.2018
Presos libertam reféns e encerram rebelião
05.10.2018
Cruzeiro fora da Libertadores
05.10.2018
Eleitor pode consultar local de votação por telefone
05.10.2018
Polícia Militar monta esquema para as Eleições 2018
05.10.2018
Depen controla rebelião na Penitenciária Estadual
04.10.2018
Palmeiras avança na Libertadores
04.10.2018
Agentes de trânsito vão receber adicional por periculosidade
04.10.2018
Festa das Nações
04.10.2018
Candidato a governo de São Paulo sofre ataque a tiros
04.10.2018
Maringá terá reajuste de 4,2% no IPTU em 2019
03.10.2018
Prefeitura abre licitação para novos jazidos
03.10.2018
Projeto “Trânsito em Sala de Aula”
03.10.2018
Bolsonaro dispara a 32% segundo Datafolha
03.10.2018
João Gordo relembra saída da MTV
03.10.2018
Maringá atingiu a maior arrecadação do ISSQN da história
03.10.2018
Mulher atropela e fere ex-marido
02.10.2018
Problema de umidade em solo da Catedral
02.10.2018
Maringá tem R$ 2,1 bi em poupança
02.10.2018
Palocci diz que houve desonestidade em toda a estrutura do PT
02.10.2018
Paraná não terá lei seca nas eleições 2018
02.10.2018
Atirador mata jovem pelas costas
01.10.2018
Palmeiras é novo líder do Brasileiro
01.10.2018
Manifestantes vão às ruas em apoio a Jair Bolsonaro
01.10.2018
Terremoto e tsunami na Indonésia causam mais de 800 mortes
01.10.2018
Atividades diversas marcam a Semana do Idoso
01.10.2018
Sanepar é proibida de cobrar taxa mínima de água e esgoto
01.10.2018
Professor denuncia ação durante eleições da UEM
Nipo Brasileiro Contabilidade
Asia Sushi Beer
SINCONFEMAR
Della Pizza
B1
Centro Comercial Tiradentes
Paraná Banco
MAPA - Venda de Ônibus
Oliver Media
Garage Motors
OdontoAtual