Maringá, 20 de Outubro de 2018
GLOBAL BENEFÍCIOS Black Bull Steak House
 
Untitled Document
17.09.2018
Campanha resgata autoestima de pessoas
O câncer pode ser considerado o mau do século XXI. O tratamento quimioterápico, realizado no combate da doença, tem diversas consequências, entre elas, a perda dos pelos do corpo, como cílios, sobrancelhas e cabelos.

O cabelo é essencial para autoestima, compõe o estilo da pessoa, revela a identidade, e está fortemente ligado à feminilidade. A perda das madeixas, somado ao momento delicado, torna o quadro ainda mais doloroso, principalmente para as mulheres.

Para tentar mudar a realidade de tantas pessoas em tratamento, o Hospital do Câncer de Maringá, em parceria com o Instituto Davi Moretti Lazarin, tem uma parceria para coleta de cabelos. A campanha, que é permanente, se chama “Força Na Peruca” e começou em julho de 2017. O objetivo é transformar a vida de quem está em processo de quimioterapia ou tem alopecia, perda rápida e repentina dos cabelos.

“Nos 14 meses de trabalho foram confeccionadas e distribuídas mais de 30 perucas. Todo processo é gratuito, desde o corte das mexas dos doadores, até a confecção das perucas. A princípio, a campanha seria até dezembro do ano passado, mas a procura foi muito grande e acabamos nos tornando uma referência desse serviço na Cidade”, disse Andreia Moretti Lazarin, presidente do Instituto Davi Moretti Lazarin.

Andreia conta que o trabalho é único, a emoção das pessoas envolvidas é real e incrível. Além disso, o projeto cresceu tanto que passou a atender pessoas que passavam por outras realidades, fora do câncer.

“As pessoas que tem a doença ou são calvas acabam ficando estigmatizadas. É como se toda referência do que a pessoa é, estivesse na cabeça. Na rua, ao andar, o olhar dos outros machuca demais. Mas no momento em que colocam a peruca, por ser de cabelo natural, é como um renascimento. Elas vão saindo desse universo que julga, que aponta e passam a valorizar a imagem novamente. Um dado interessante é que, quando começamos, não esperávamos tanta procura, até mesmo de mulheres vítimas de violência doméstica.
Claro que nós acolhemos todas”, explicou Andreia.

Tudo é feito sob medida, personalizado para cada pessoa; por isso, não existe uma quantidade pronta em estoque.

HISTÓRIAS
Todas as histórias são carregadas de emoção e superação. Mas a presidente do instituto lembra algumas que marcaram todos os envolvidos. Uma delas foi de uma menina de seis anos que estava perdendo os fios.

“A mãe dela nos contou que a filha usava panos na cabeça para disfarçar a falta do cabelo. A garotinha se sentia muito diferente das outras meninas e não entendia porque o cabelo dela não crescia. Quando colocou a peruca, desde a primeira vez, parecia que havia recebido uma coroa. Ela balançava para sentir o movimento dos cabelos no rosto, foi incrível”, contou Andreia.

O atendimento não escolhe homens ou mulheres, tampouco determina a idade que devem ter para serem acolhidos. Quem precisa de ajuda, dentro do possível e das demoras que existem no processo, será atendido.

“Uma vez doamos uma peruca para uma senhora que fazia tratamento quimioterápico há três anos e nunca havia usado peruca. Quando ajustou a peça na cabeça, foi como se ela conseguisse colocar seus cabelos de volta. O rosto ficou iluminado e, no mesmo momento, ela disse que não se via mais doente, muito menos com a marca da doença”, confidenciou a presidente.

SERVIÇO
Para participar doando cabelo à Campanha “Força Na Peruca” é simples. A medida mínima é de 15 centímetros de mexas e podem ser naturais ou com química.

O Hospital do Câncer e também o Salão Espaço Juliana Oliveira recebem as doações. O salão, parceiro para corte e coleta, fica na Rua Trinidad, 963, em Maringá. O telefone para contato é o (44) 99908-1937.

Depois de coletados, os cabelos seguem para a Lu Hair, profissional que confecciona as perucas.

Para mais informações sobre a campanha, basta entrar em contato com a Andreia Lazarin, o número é (44) 999621501.


Calvice é realidade para 5% das mulheres brasileiras

A alopecia é um dos motivos mais associados a problemas capilares. Ela atinge homens e mulheres e representa a perda de pelo em qualquer parte do corpo. O problema pode ser causado por influências genéticas, processos inflamatórios locais ou doenças sistêmicas.

Um dos tipos mais comuns de alopécia é a areata, que é uma doença autoimune, quando as células atacam o próprio organismo. Ela atinge Cerca de 5% das mulheres brasileiras, de acordo com a Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD), sendo em diferentes níveis e pode afetar desde pequenas áreas do couro cabeludo até causar a completa ausência dos fios em todo o corpo.

A queda diária de fios é normal, mesmo em quem não se submete a processos químicos como selagens e tinturas. No entanto, quando a quantidade supera os 100 fios por dia e a estrutura do cabelo se torna mais rala e fraca, é preciso buscar diagnóstico.

Para quem está com câncer e inicia o tratamento, a queda de cabelo é, praticamente, eminente. Alguns tipos de quimioterapia danificam as células responsáveis pelo crescimento dos fios. A queda frequentemente começa duas ou três semanas após o início do procedimento e pode ocorrer pouco a pouco ou em mechas. A queda total, as vezes demora uma semana.

É importante lembrar que nem toda a quimioterapia faz com que ocorra a queda de cabelo. Essa diferença acontece porque existem compostos químicos que provocam esse tipo de efeito colateral. Segundo a SBD, os tipos de câncer mais comuns e que exigem um tratamento mais forte são o câncer de mama, leucemias e linfomas. Esses são combatidos com remédios em doses maiores.

A radioterapia, tipo de tratamento bastante comum para combater a doença, também pode ocasionar a perda de cabelo, mas uma queda localizada. Nesse procedimento, o combate é feito por meio da exposição da área doente a raios de alta energia, ou seja, somente a área próxima ao tumor terá contato com a radiação, podendo ocasionar a queda. Mas assim como na quimioterapia, os cabelos voltam a nascer com o fim do tratamento.

Victor Cardoso
Foto - Reprodução
 
19.10.2018
Hamilton pode se tornar pentacampeão
19.10.2018
Lei que autoriza compra de vagas em creches é debatida
19.10.2018
Pagamento do 13º salário injeta R$ 211,2 bilhões na economia
19.10.2018
Temporal atinge Maringá e provoca diversos estragos
18.10.2018
Trenzinho do Parque do Ingá volta a funcionar
18.10.2018
Pintor maringaense morre eletrocutado
18.10.2018
Nova taxa deve substituir o Funrebom
17.10.2018
O diferente começa pelo voto
17.10.2018
“Há terrorismo no Brasil”, diz ministro da Justiça
17.10.2018
Homem abusava sexualmente do filho
17.10.2018
Vereador pede câmeras apenas fora das salas de aula
17.10.2018
‘Business As Mission’ será realizado em Maringá
17.10.2018
Vereadores criticam promessas feitas por prefeito Ulisses Maia
16.10.2018
Prefeitura inicia construção de 49 casas em Iguatemi
16.10.2018
Horário de verão começa dia 4 de novembro
16.10.2018
Milhares ficam sem energia após temporal em Maringá
16.10.2018
Mais de 75% dos partos da rede pública são cesáreas
16.10.2018
Homem morre em colisão no Contorno Norte
15.10.2018
Semop segue com obras na Avenida Carlos Borges
15.10.2018
Bolsonaro usa redes sociais para desmentir Haddad
15.10.2018
Rotam prende traficante com 116 quilos de drogas
15.10.2018
Maringá é destaque em Logística Reversa no Paraná
11.10.2018
PT muda de cor para enganar o eleitor
11.10.2018
Bolsonaro lidera no segundo turno com 54%
11.10.2018
Homem que morreu em motel foi vítima de causas naturais
11.10.2018
Ulisses Maia volta atrás e suspende projeto de novo imposto
11.10.2018
Movimento na região de Maringá deve aumentar 20% no feriadão
10.10.2018
Cidade de Sarandi comemora 37 anos
10.10.2018
Câmara aprova projeto de segurança e fiscalização de combustíveis
10.10.2018
Maia assina projeto para implantar o “botão do pânico”
10.10.2018
“Gatorade” de cocaína é usado para matar presos
10.10.2018
Prefeitura faz projeto para cobrar novo tributo
09.10.2018
Partidos devem anunciar apoio no segundo turno
09.10.2018
Calçadas irregulares rendem quase 2 mil notificações
09.10.2018
Maringá elege oito deputados e aumenta representatividade
09.10.2018
Universidade inaugura sistema de monitoramento
09.10.2018
MP denuncia homem por feminicídio
08.10.2018
Vídeos com problemas nas urnas eletrônicas viralizam
08.10.2018
Haddad está em Curitiba pedindo conselho na prisão
08.10.2018
Briga termina em assassinato no Ebenezer
07.10.2018
Ratinho Júnior é eleito governador do Paraná
07.10.2018
Bolsonaro e Haddad disputam o segundo turno
06.10.2018
“Operações Eleitorais” unem órgãos de segurança de Maringá
07.10.2018
Prefeitura abre licitação para agência de publicidade
07.10.2018
Mais de 147 milhões de eleitores devem ir às urnas neste domingo
06.10.2018
Plano de mobilidade urbana será elaborado em 2019
06.10.2018
Presos libertam reféns e encerram rebelião
05.10.2018
Eleitor pode consultar local de votação por telefone
05.10.2018
Polícia Militar monta esquema para as Eleições 2018
05.10.2018
Depen controla rebelião na Penitenciária Estadual
04.10.2018
Agentes de trânsito vão receber adicional por periculosidade
04.10.2018
Festa das Nações
04.10.2018
Candidato a governo de São Paulo sofre ataque a tiros
04.10.2018
Maringá terá reajuste de 4,2% no IPTU em 2019
03.10.2018
Prefeitura abre licitação para novos jazidos
03.10.2018
Projeto “Trânsito em Sala de Aula”
03.10.2018
Bolsonaro dispara a 32% segundo Datafolha
03.10.2018
João Gordo relembra saída da MTV
03.10.2018
Maringá atingiu a maior arrecadação do ISSQN da história
03.10.2018
Mulher atropela e fere ex-marido
02.10.2018
Problema de umidade em solo da Catedral
02.10.2018
Maringá tem R$ 2,1 bi em poupança
02.10.2018
Palocci diz que houve desonestidade em toda a estrutura do PT
02.10.2018
Paraná não terá lei seca nas eleições 2018
02.10.2018
Atirador mata jovem pelas costas
01.10.2018
Manifestantes vão às ruas em apoio a Jair Bolsonaro
01.10.2018
Terremoto e tsunami na Indonésia causam mais de 800 mortes
01.10.2018
Atividades diversas marcam a Semana do Idoso
01.10.2018
Sanepar é proibida de cobrar taxa mínima de água e esgoto
01.10.2018
Professor denuncia ação durante eleições da UEM
Nipo Brasileiro Contabilidade
Asia Sushi Beer
SINCONFEMAR
Della Pizza
B1
Centro Comercial Tiradentes
Paraná Banco
MAPA - Venda de Ônibus
Oliver Media
Garage Motors
OdontoAtual