Maringá, 21 de Agosto de 2018
GLOBAL BENEFÍCIOS Black Bull Steak House
 
Untitled Document
01.05.2018
Redução de homicídios em Maringá
Mapeamento realizado pelo 4º Batalhão da Polícia Militar (BPM), com base nas ocorrências do primeiro trimestre deste ano, mostra uma Maringá mais pacífica.

O comparativo com o mesmo período de 2017 aponta queda nas ocorrências de furtos (16%), roubos (47%) e um combate mais efetivo às drogas, como aumento de 681% no volume de apreensões. A Polícia Militar (PM) apreendeu 51,901 quilos no ano passado e 405,847 quilos neste ano.

Entre 2010 e 2017, Maringá ganhou 49.616 moradores, aumento de 14% no índice populacional. Mas desde 2011, os dados do 4º BPM apontam redução de 44% de homicídios na Cidade. Em 2011, 52 pessoas foram mortas de forma violenta; no ano passado foram 29 casos. Oito pessoas foram mortas de janeiro a março de 2017 e o número se manteve neste ano.

Ainda conforme o levantamento do 4º BPM, houve redução na ação de criminosos em todos os tipos de roubo. Em comércios e residências a queda de ocorrências foi ainda maior: residências (83%), comércio (53%), pessoas (44%), veículos (22%).

O presidente do Conselho Comunitário de Segurança de Maringá (Conseg), coronel da reserva Antônio Tadeu Rodrigues, destaca a importância da redução dos índices de criminalidade, mas alerta para a necessidade de manter as ações de prevenção ao crime. “Esses números são importantes, mas não podem esmorecer o trabalho de prevenção das polícias e Guarda Municipal.
É isso que faz cair a criminalidade”, avalia Rodrigues.

O número de pessoas detidas nos primeiros três meses deste ano em relação a 2017 foi 16% menor: 694 no ano passado e 581 neste ano. O volume de apreensão de armas também caiu de 47, em 2017, para 22, neste ano: 53% menos. A recuperação de carros roubados praticamente se manteve: 125 veículos no ano passado e 126 em 2018. Houve também aumento de 24% nos mandados de prisão.

PAIÇANDU
Nos primeiros três meses de 2017 a polícia registrou quatro homicídios no vizinho município de Paiçandu. No mesmo período deste ano, uma morte foi registrada. Houve queda também nas ocorrências por roubo (81%) e furto (34%).

Mais pessoas foram detidas no ano passado. Foram 36 contra 21, neste ano. Apenas uma arma foi apreendida no primeiro trimestre, três a menos que em 2017. A apreensão de drogas também foi maior: 0,119 quilos em 2017 e 26,637 quilos neste ano. Entre janeiro e março deste ano, foram cumpridos sete mandados de prisão. Em 2017 foram quatro.

Tattá Cabral – com Conseg
Foto - Reprodução
 
21.08.2018
Jolie com ciúmes de Amal Clooney
21.08.2018
Eleição na UEM escolhe reitor e vice-reitor
21.08.2018
Obras para aquecer piscinas públicas começam em 2019
21.08.2018
Governo confirma a promoção de 1.400 praças da PM
21.08.2018
Suposto racha quase termina em tragédia
19.08.2018
Celibato clerical
19.0.2018
Mara Maravilha briga com Léo Dias
19.08.2018
Prefeito destaca 89 obras em andamento
19.08.2018
Antiga Estrada Venda 200 será caminho turístico
19.08.2018
Samu ganha ambulância doada por empresário
19.08.2018
Temer convoca reunião para discutir ataque a venezuelanos
Nipo Brasileiro Contabilidade
Asia Sushi Beer
SINCONFEMAR
Della Pizza
B1
Centro Comercial Tiradentes
Paraná Banco
MAPA - Venda de Ônibus
Oliver Media
Garage Motors
OdontoAtual